Category: Blog

Deseja fazer um High School? Conheça os países mais procurados pelos estudantes!

Posted By : / 56 0

Quer cursar o ensino médio no exterior e estudar naquelas escolas que muitos adolescentes sonham um dia estudar? Nem precisamos dizer que são vários os motivos pelos quais você deve fazer um intercâmbio High School. Para começo de conversa, podemos adiantar que essa é uma experiência extremamente valiosa para o processo educacional como um todo, especialmente para o aprendizado de línguas estrangeiras e para o amadurecimento dos jovens. E, de fato, só isso certamente já faz uma diferença e tanto na formação do estudante.

Então, você até está convencido dos benefícios, mas não sabe qual destino escolher? Saiba aqui os países mais procurados por estudantes que desejam fazer o intercâmbio High School e confira as vantagens e os diferenciais de cada alternativa!

Estados Unidos

Por Anthony Quintano – Flickr, CC BY 2.0,

Talvez esse seja um dos destinos mais procurados por brasileiros que querem fazer intercâmbio no exterior, especialmente quando o que se busca é a genuína experiência de um High School. O Ensino Médio nos Estados Unidos normalmente é cursado em escolas públicas, que lá são muito conceituadas.

A forma de aprendizado é multidisciplinar e extremamente voltada para a prática, com muitos alunos se formando no colégio com noções básicas de economia doméstica, empreendedorismo e até mesmo marcenaria! A educação física engloba vários esportes e há aulas práticas de computação, por exemplo. Essas são características bem marcantes da sociedade americana, que busca o máximo de aplicabilidade dos conhecimentos em sala para fora dos muros da escola.


LEIA TAMBÉM: Quais as vantagens de fazer um High School?

Canadá

Terra de um dos povos mais amáveis e receptivos com estrangeiros, o Canadá está sempre na lista dos mais desejados para quem vai fazer um intercâmbio High School fora do Brasil. Além de ser um país extremamente seguro, é referência mundial em termos de qualidade de vida, igualdade de direitos, políticas de acessibilidade e desmitificação de preconceitos.

O Canadá também tem a vantagem de, além de ser multicultural, dar a seus visitantes a oportunidade de aprender diversas línguas. Além disso, o país é reconhecido por ter um estilo de vida saudável, sempre em contato com a natureza e com ótimas instituições de ensino. Ficar hospedado em casas de família canadenses é uma boa maneira de ter uma experiência completa.

Austrália

Um outro país bastante procurado pelos intercambistas atualmente é a Austrália, que mistura diversos aspectos desejáveis de um intercâmbio High School. É um país com um dos litorais mais bonitos do mundo, o que faz com que as cidades sejam recheadas de atividades ao ar livre — como surf, cursos sobre biologia marinha, fotografia, design e até gastronomia!

Além disso, o povo australiano é muito alegre, o que torna a experiência de morar fora bem mais fácil para o estudante brasileiro.

Nova Zelândia

Além de ser um dos lugares mais diversos e bonitos do mundo (com praias, montanhas, vulcões, desertos e florestas convivendo em harmonia), a Nova Zelândia também é um ótimo destino para se realizar um intercâmbio High School hoje em dia. Seu povo é bastante cortês e inclusivo, recebe extremamente bem os estrangeiros.

Apesar do país ser relativamente novo, o neozelandês se orgulha muito de suas tradições, que envolvem a prática de danças típicas, esportes, uma gastronomia muito baseada no consumo de peixes e o prazer em realizar atividades ao ar livre. Além disso, a Nova Zelândia é internacionalmente reconhecida por ser pacífica e não entrar em conflito com outras nações.

Inglaterra

A cultura inglesa se traduz em vários aspectos da vida no país: pontualidade, castelos milenares, literatura internacionalmente renomada, tradição da família real e por aí vai. Viajar pela Inglaterra é embarcar pelo tempo, afinal, na nação que disseminou a língua inglesa pelo mundo o que não faltam são monumentos e marcos históricos.

Justamente combinando tradição e inovação que o ensino britânico se destaca: organização e qualidade reconhecida no mundo todo.

A duração pode ser 01, 02 ou 03 termos letivos (duração aproximada de 03 meses cada termo). Iniciando em Janeiro é possível cursar apenas 02 termos letivos (o equivalente a 01 semestre letivo).

É recomendável iniciar o processo de busca de uma vaga em uma escola no exterior com no mínimo oito meses de antecedência.

Consulte-nos sobre High School em outros países!

Escrito por: Vinicius Oliveira

E-mail: vinicius@sedaintercambios.com.br

Cairns: conheça a cidade com grandes oportunidades de emprego na Austrália

Posted By : / 86 0

Quem busca um país com boas oportunidades de emprego para viver, com certeza logo ouve falar de Austrália, porém a dúvida que fica é: qual cidade possui boas oportunidades de emprego na Austrália? Aqui você vai conhecer mais sobre Cairns!

A Austrália possui bons polos empregatícios, porém primeiro devemos levar em consideração que, quanto maior a cidade, maiores são as oportunidades de emprego. Entretanto, também temos a concorrência mais elevada. Já em cidades menores temos menos oportunidades, porém menos concorrência.

CairnsVisto isso, é comum os alunos estarem em busca de grandes metrópoles ou de pequenas cidades, mas acabam se esquecendo de outras cidades com grandes oportunidades de emprego, que estão nesse meio termo, cidades turísticas que necessitam de mão de obra urgente para conseguir comportar o grande número de turistas. E qual é essa cidade? Cairns!


LEIA TAMBÉM: 10 alimentos típicos da Austrália que você precisa experimentar durante o intercâmbio

Cairns é uma cidade australiana do estado de Queensland, que localiza-se a cerca de 1720 km a norte de Brisbane e a cerca de 2500 km a norte de Sydney. Recebe mais de dois milhões de turistas todos os anos, por suas diversas atrações, e principalmente a Grande Barreira de Corais. Sendo assim, todos os dias abrem novas oportunidades nas áreas de hotelaria e principalmente restaurantes.

CairnsVale à pena abrir a mente e os horizontes e arriscar uma cidade não tão procurada como Cairns, pois além de ter muitas oportunidades legais de emprego, também recebe a visita de muitos gringos (além dos moradores locais nativos) e poucos brasileiros (comparado as outras cidades da Austrália), dessa forma, você poderá mergulhar literalmente não somente na barreira de corais que foi considerada uma das sete maravilhas naturais do mundo, mas como também no inglês com nativos.

Quer saber mais sobre Cairns? Entre em contato com a gente!

Escrito por: Patrícia Razuk
E-mail: patricia@sedaintercambios.com.br

Toronto ou Vancouver: qual cidade escolher para o intercâmbio no Canadá?

Posted By : / 317 0

Se você está buscando informações sobre intercâmbio no Canadá, já deve ter se deparado com as cidades de Toronto ou Vancouver como duas das principais. Mas e aí, como escolher qual cidade morar? Eis a questão! Para os que assim como eu são apaixonados pelo Canadá e pelo sonho de intercâmbio, essa é uma dúvida cruel!

Pensando como um todo e falando do país, independente da escolha da cidade, o intercambista só tem a ganhar escolhendo o intercâmbio no Canadá. Dá uma espiadinha na lista de vantagens em escolher o país do Hóquei no gelo:

  • O Canadá tem uma das economias mais estáveis do mundo;
  • Possui um dos índices de desenvolvimento mais elevados do planeta;
  • No país a educação e o respeito estão presentes no cotidiano das pessoas;
  • Qualidade de vida extraordinária;
  • Estações do ano bem definidas;
  • Com apenas 150 anos, oferece uma excelente estrutura em todos os aspectos sociais.
  • Grande liberdade de expressão e oportunidade de trabalho para estrangeiros;
  • Lindas paisagens de tirar o fôlego, parecidas com aquelas telas do Windows que nem acreditamos que sejam reais.

Agora, vamos falar um pouquinho das cidades. Vamos esclarecer (ou confundir ainda mais rs) as dúvidas que pairam em nossas cabeças! /


LEIA TAMBÉM: Atrações para visitar no Canadá em cada estação do ano

Toronto

A grande Toronto fica na província de Ontário e é lembrada por seu jeito cosmopolitan! Muitas pessoas associam a cidade à São Paulo, por ser uma metrópole muito agitada.

A cidade oferece muitas opções culturais, com inúmeros museus, patrimônios históricos, galerias de artes, centros de músicas, festivais, teatros e muita arte. A vida noturna é muito movimentada, muitas baladas e clubs, para todos os gostos e muitos shows de grandes artistas.

Toronto a noiteToronto também dispõe de uma gastronomia diversificada, conta com inúmeras opções de restaurantes e sabores únicos de uma cidade multicultural. Sobre o clima, a cidade tem temperaturas extremas, com invernos rigorosos e verões húmidos e quentes. Mas mesmo com temperaturas muito frias, a cidade não para. Tem uma estrutura única, contando até com passagens subterrâneas para manter a população aquecida e segura.

Essas características tornam a cidade única e proporciona uma rara experiência para todos os que escolhem viver seu sonho do intercâmbio no Canadá. Já pensou acordar, ir para a aula, depois visitar a Nigara falls e terminar o dia com um maravilhoso jantar, apreciando uma vista incrível na CN Tower?

Vancouver

Mudando de ares, vamos apresentar Vancouver! Localizada na província de (Beautiful) British Columbia, é uma cidade portuária, rodeada de montanhas e com estilo diferenciado de vida.

VancouverOs moradores de Vancouver são conectados à natureza e adoram atividades ao ar livre, sempre estão escalando montanhas e fazendo trilhas. Com um dos climas mais amenos de todo o país, com invernos mais brandos e verões agradáveis, Vancouver é o destino ideal para amantes de pôr-do-sol colorido em meio à muito verde e praias. Os meses de Junho, Julho e Agosto (verão) são os mais badalados, onde a cidade lota de turistas de todos os lugares, que procuram pelas belezas naturais e paisagens paradisíacas.

A cidade também oferece atividades culturais, festivais e muitos parques. Para os amantes de esportes radicais, o vilarejo de Whistler (cidade das Olímpiadas) fica apenas 01h30 de carro (há opções de ônibus e excursões nas próprias escolas), onde o intercambista pode praticar Ski, Snowboard, Saltar de Bungee Jumping e descer a montanha sentado numa boia no Coca Cola Hot Tub.

Partiu intercâmbio no Canadá?! Toronto ou Vancouver, seja um Brazinadian!

Escrito por: Juliana Castelhano
E-mail: juliana@sedaintercambios.com.br

 

10 motivos para fazer intercâmbio em Dubai

Posted By : / 105 0

Parte integrante dos Emirados Árabes, Dubai se tornou um dos destinos mais populares e falados do Oriente Médio. Se você está pensando em fazer um intercâmbio na cidade, mas ainda não não se decidiu, veja aqui 10 motivos para você fazer um intercâmbio em Dubai!

1. Idioma oficial Inglês e Árabe

Em Dubai, o idioma que mais é falado é o inglês, inclusive nas Universidades locais as aulas são ministradas em inglês. Saiba que a escola parceira da SEDA ensina o inglês britânico com todos os professores nativos do Reino Unido, Canadá ou América do Norte.

2. Um lugar de estrangeiros

Em Dubai estima-se possuir 2.269,000 milhões de habitantes, aos quais são subdivididos entre 15% de habitantes locais e 85% de estrangeiros que falam obrigatoriamente inglês por não terem o Árabe como segunda língua. Outro fator considerável é que o governo e a população são receptivos aos turistas, estudantes e trabalhadores. Embora seja um país Islâmico permitem igrejas e templos de outras religiões como a católica por exemplo.

3. Segurança 

Dubai tem registros de violência com índices a nível 0. Suas leis são rigorosas e suas milhares de oportunidades de trabalho fazem com que seja umas das cidades mais seguras do mundo, com uma curiosidade exorbitante tal como toda a Dubai, são as viaturas esportivas.

 4. País em crescimento econômico

Dubai em 1990 era apenas um deserto, e hoje em 2018 é considerada a cidade que mais rápido cresceu em toda a história da civilização, mas o crescimento não para por ai, as oportunidades estão em alta na terra dos Sheik’s e tem oportunidades de emprego para todos. Cerca de 25% dos guindastes do mundo estão por aqui.

5. Facilidade na emissão do visto

Os Emirados Árabes Unidos é um dos países com a emissão de visto mais simples e rápido do mundo. O visto para Dubai é intermediado pela escola, mediante o pagamento da taxa consular no momento da compra do seu curso. O processo é realizado completamente pela escola e de uma forma muito simples.


LEIA TAMBÉMAs melhores companhias aéreas para voar para Dubai

6. Estudantes acima de 2 meses tem permissão para trabalho

Estudantes acima de 2 meses tem permissão para trabalho, com possibilidade da empresa contratante pagar a hospedagem e alimentação. Referente a trabalho em Dubai, conforme falamos, quando o aluno chegar em Dubai a primeira opção será trabalhar para eventos (promotores, hostess, garçom, etc), esse tipo de trabalho é conhecido como trabalho temporário. A média de pagamento é de $10 a $30 por hora. E olha que as caixinhas são de milionários.

7. Possibilidade de emprego na sua área

Você que já tem um nível avançado de inglês, pode buscar vagas de emprego na sua área, claro que experiência irá contar também, uma dica é atualizar o seu Linkedin pois em Dubai é muito utilizado. Com nossa escola você terá todo um respaldo de como se portar nas entrevistas, como criar seu CV e como funciona o mercado de trabalho em Dubai. É uma grande oportunidade!!!

8. Cidade moderna e luxuosa

DubaiO intercâmbio não é só estudar inglês e trabalhar, tem o intercâmbio cultural  ao qual te permite vivenciar em um lugar totalmente diferente do que já vimos no Brasil, arranha-céus maravilhosos e excentricidade únicas de Dubai.

9.  Alta opção de lazer na cidade

Dubai desde 1990 vem surpreendendo a todos com as melhores opções de lazer possíveis como Dubai Mall o maior Shopping Center do mundo. Rally no deserto com muita emoção. Parques Aquáticos. O Burj Al Arab o único hotel 7 estrelas do mundo. Ski Dubai Polar a maior pista de Ski coberta do mundo no meio do deserto entre atrações noturnas e mais inúmeras atrações que você irá curtir.

10. Praia e calor

praia em dubaiSe seu estilo é praia e calor, Dubai é o lugar certo! Mas não é só Dubai não, toda a costa dos Emirados tem belíssimas praias, inclusive em outros Emirados como em Fujairah e Sharjah. É uma ótima opção de lazer para a brasileirada.

Se desejar mais informações entre em contato com nossa equipe!

Escrito por: Leonardo Moreira

E-mail: leonardo@sedaintercambios.com.br

Como estudar e trabalhar em Dubai

Posted By : Rubens Moreira/ 117 0

Entenda por que você deve fazer um Intercâmbio em Dubai!!!

Dubai nem sempre é a primeira opção do intercambista que busca um destino que permite trabalho, e que acaba auxiliando muito no aprendizado além de ajudar naquelas contas mensais e nas viagens também!

Mas a cada ano, Dubai tem se tornado um destino bem atrativo, com boas possibilidades de trabalho e sem limite de horas semanais.

O governo dos Emirados Árabes Unidos concede permissão de trabalho para estudantes de inglês, desde que o período do curso seja superior a 12 semanas.
Quando o aluno chega em Dubai a primeira opção será trabalhar para eventos (promotores, hostess, garçom, etc) esse tipo de trabalho é conhecido como trabalho temporário. A média de pagamento é de $10 a $30 por hora.

Outra opção é de trabalhar em lojas, cafés, restaurantes que poderá te dar uma média de salário de $1.200,00 por mês e em alguns casos a acomodação e alimentação é fornecida pelo empregador e será à parte do salário.

Saiba que, caso seu inglês esteja avançado, você tem uma ótima oportunidade de atuar na sua área. Segue abaixo a média de ganho mensal de algumas profissões.

OBS: Os valores estão em Dirhams que é quase a mesma cotação do real.

Seguem algumas áreas:

• Arquiteto / Designer 10 a 20 mil AED
• TI: Analista de Suporte 4 a 15 mil AED
• TI: Analista de Negocio 17 a 30 mil EAD
• TI: Gerente 16 a 28 mil EAD
• Gerente de Projetos 12 e 25 mil EAD
• Auxiliar de Escritório 4 a 10 mil EAD
• Recepcionista / Atendimento a clientes 6 e 15 mil EAD
• Secretaria Executiva 13 e 25 mil EAD
• Executivo de Vendas 5 e 25 (mais comissão)
• Gerente de Vendas 12 e 24,5 mil EAD
• Designer Gráfico 5 e 15 mil EAD
• Social media – Analista 9 e 15 mil EAD
• Executivo de Marketing 10 e 23 mil EAD

Nós te daremos todo o suporte desde o preparo do CV, até o preparo para entrevista e informações primordiais sobre o mercado de Dubai.

Abaixo segue alguns sites mais utilizados de busca de empregos:

Manpower Group www.manpowergroup.ae/en/home
Digital Gurus (TI) www.digitalgurus.ae/

Mas, não esqueça que o trabalho não pode interferir no desenvolvimento do seu estudo, ok?

Ficou com vontade de conhecer mais sobre Dubai e suas particularidades? Entre em contato conosco!!!!

Por: Leonardo Moreira
E-mail: leonardo@sedaintercambios.com.br

Entenda como funciona o programa de AuPair

Posted By : Rubens Moreira/ 94 0

O programa de AuPair é um ótimo investimento para mulheres entre 18 a 26 anos e 04 meses que não possuem um grande orçamento para o intercâmbio.

O Au Pair é um programa de intercâmbio voltado para mulheres que já possuem experiências com o cuidado de crianças, geralmente as famílias que admitem as Au Pairs consideram experiência meninas que já trabalharam ou cuidaram de crianças comprovadamente, exceto irmãos e irmãs.

O programa tem como objetivo o estudo e o trabalho. Sobre o estudo a família concede um bônus de USD 500 dólares anual para a Au Pair como uma ajuda do pagamento do curso do idioma. Nesse programa o governo solicita que a intercambista estude pelo menos o período de 06 meses. Esse programa de Intercâmbio tem duração de no mínimo 1 ano.

As meninas que se candidatam além da idade e experiência com crianças, é necessário ter os seguintes pré-requisitos:

• Inglês intermediário. Comprovado com provas e entrevistas com a organização e as famílias contratantes.

• Ensino Médio completo;

• Possuir Carteira de habilitação internacional. Se você possuir a sua CNH, entre em contato com o Detran da sua cidade para solicitar o PID (Permissão Internacional para Dirigir), o processo é fácil e a taxa é emmédia de R$280,00;

• Possuir perfeita saúde física e mental;

• Ser solteira, sem filhos e não estar grávida.

Se você se encaixa nesse perfil, prepare suas bagagens e partiu intercâmbio!!!

Veja o que inclui nesse programa:

• 01 ano de Programa;

• Concedemos o documento para emissão do Visto, o DS 2019;

• 01 ano de acomodação na casa da família com alimentação inclusa;

• Assistência Médica Internacional;

• Passagem Aérea São Paulo- Nova Iorque. Caso você não esteja em São Paulo os custo da sua cidade até São Paulo será por sua conta;

• Colocação em uma família anfitriã com Au Pair;

• Orientação obrigatória nos Estados Unidos, em Nova Iorque precisamente. A Au Pair terá que desembarcar em Nova Iorque e se dirigir até o escritório em Manhattan e voltar para o aeroporto caso a cidade escolhida não seja NYC por conta própria;

• Transporte Doméstico nos Estados Unidos, ou seja, transporte entre Nova Iorque até a cidade onde está a família;

• Orientação da SEDA Intercâmbios;

• Pré-Embarque SEDA Intercâmbios;

• Teste de nivelamento específico SEDA;

Além do bônus de USD 500 dólares que a família concederá para seus estudos, saiba que você terá que arcar com o restante dos gastos para seus estudos de no mínimo 6 meses. E como funciona?


LEIA TAMBÉM: 7 lugares surreais para conhecer nos Estados Unidos

As vantagens do programa não acaba por aí! A família também te pagara pelo serviço, seguem benefícios:

Bolsa Auxilio de USD195,75 dólares por semana, lembrando que acomodação, alimentação e bônus de USD 500 dólares já é oferecida pela família.

• 10 dias úteis de férias remuneradas.

• 01 dia e meio de folga por semana.

• 01 final de semana de folga por mês.

Essa bolsa auxilio paga em dois meses todo o investimento que você fez aqui do Brasil.

Au Pair é uma mega oportunidade de intercâmbio, troca de intercâmbio por trabalho em casa de família com crianças. Lembre-se que você será responsável pela criança por todo o período do Au Pair, desde acordá-la, dar banho, levar para a escola, ajudar nas lições de casa, lavar as roupas e louças da criança entre outras coisas.

À partir do momento que der entrada nas documentações, o tempo de colocação em uma família varia de 01 mês à 06 meses, entre envio de documentações, entrevistas com família e o famoso “Match”, que nada mais é a aceitação da Au Pair e a família contratante.

Escrito por: Leonardo Moreira
E-mail: leonardo@sedaintercambios.com.br

Atrações para visitar no Canadá em cada estação do ano

Posted By : / 277 0

O Canadá possui um clima totalmente diferente do que estamos acostumados no Brasil. Enquanto aqui está fazendo calor, lá está bastante frio e vice versa. Isso acontece porque o país está localizado exatamente no oposto do continente brasileiro. Se você está planejando uma visita ao país, conheça aqui 4 atrações para visitar no Canadá, dependendo do clima e da época do ano de sua viagem.

Atrações para visitar no Canadá na primavera e verão

Jardins de Butchart

Jardins de Butchart é uma das atrações para visitar no CanadáDo final do mês de março até junho, flores típicas como as tulipas tomam conta dos canteiros e parques do Canadá na primavera. Essa é uma ótima oportunidade para passear pelos Jardins de Butchart. Próximo à Vitória, em Brentwood Bay, os milionários Robert e Jennie Butchart construíram um quintal de 22 hectares com mais de 700 espécies e 1 milhão de plantas que florescem por todo o ano, mas principalmente nas estações mais quentes.

São seis ambientes: Jardim Italiano, Jardim Japonês, Jardim de Rosas, Jardim Submerso, Lagoa da Estrela e o Pavilhão Infantil, onde há um carrossel em meio a belíssimas plantas. Também é oferecida uma infraestrutura com banheiros e fraldário, restaurante, café, sorveteria, chapelaria, tudo com acessibilidade para cadeirantes.

Um lugar incrível, surreal, especialmente planejado para receber os amantes de rosas, azaleias, zínias, arbustos e plantas de diversas regiões.

Banff

Lago Louise, em Banff
Lago Louise, em Banff. Foto: Paul Zizka

O verão do Canadá, entre junho e setembro, é a estação em que as pessoas ganham as ruas, parques e praças, aproveitando o calor e as horas de sol quente. Um dos passeios mais agradáveis é na cidade de Banff. Lugar pequeno, mas com diversas opções de passeios: piscinas de águas termais, teleféricos, lagos e parques, como o que leva o nome da cidade, além do Yoho e Jasper.

O lago mais famoso e cartão postal do Canadá é o Louise, mas há também o Morayne, e o Peyto, igualmente belíssimos. As águas glaciais da região são tomadas por uma coloração inigualável quando descongeladas e atingidas pelo sol do verão, com nuances verdes e azuis, que com as montanhas rochosas ao fundo criam um cenário mágico.

Na época de verão muitas pessoas escolhem fazer trekking nas montanhas, observar a vida selvagem, alugar caiaques e remar na paisagem fenomenal.


LEIA TAMBÉM: Inglês ou Francês: qual o melhor idioma para estudar no Canadá?

Outono e Inverno

Churchill

ChurchillDurante o inverno, o Canadá muda suas cores e suas temperaturas, mas não deixa de ter programas incríveis ao ar livre.

Churchill é uma cidade da província de Manitoba, e também a capital mundial dos ursos polares. Nos meses de outubro e novembro, auge do frio, é possível observar as baleias belugas nas águas congelantes de Hudson Bay e apreciar a Aurora Boreal, as luzes do norte.

Uma experiência igualmente imperdível é acompanhar as ursas e seus filhotes saindo de suas tocas no Parque Nacional Wapusk.

Mont-Tremblant

Mont-Tremblant
Mont-Tremblant. Foto: DKCooper

 

Mont-Tremblant é a estação de esqui localizada a 1h30 ao norte de Montreal, junto às Montanhas Laurentianas. Diversas pessoas chegam para esquiar e acompanhar as competições nas pistas.

Há muito que fazer em Mont-Tremblant, como compras em butiques exclusivas, além de apreciar deliciosos cafés e chocolates nos bistrôs e restaurantes de nível internacional e charme visivelmente francês. Para quem não dispensa passeios noturnos, há boates e bares que ficam animados até a madrugada.

O que não falta são pontos turísticos e atrações para visitar no Canadá. Não deixe de saber um pouco mais sobre o país que oferece programas e passeios imperdíveis em todas as épocas do ano.

High School seu Ensino Médio no Exterior

Posted By : Rubens Moreira/ 100 0

Os programas de High School, ou no bom português, de ensino médio, definitivamente transformam a vida dos adolescentes que embarcam nessa experiência.

Estudar em outro País, vivenciar uma nova cultura, viajar por diferentes cidades como um cidadão do mundo, tornam a experiência acadêmica internacional algo inesquecível.

Fazer um intercâmbio é uma excelente oportunidade de crescimento pessoal. É uma experiência que coloca quem a vive frente a frente a uma nova cultura, o que possibilita que o intercambista aprenda a conviver com as diferenças multiculturais, e encare novos desafios de maneira positiva e confiante. Enfrentar desafios e encarar o novo é o que faz com que milhares de brasileiros estudem fora anualmente, afinal novas experiências garantem uma bagagem única para cada estudante.

O intercâmbio de High School é voltado para jovens entre 15 e 18 anos (em alguns casos, jovens de 14 e 19 anos também podem participar) que querem cursar um semestre ou um ano do Ensino Médio no Exterior.

Para poder se inscrever, os jovens devem ter boas notas aqui no Brasil e muita disposição para mergulhar em uma nova cultura e aprender um idioma. Durante o período no Exterior, além de aprender a língua, os intercambistas frequentam a escola como qualquer jovem local.

Os períodos de embarque geralmente ocorrem entre julho e agosto e janeiro e fevereiro. Os Países disponíveis são os mais variados: Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e muitos outros.

O histórico escolar dos últimos três anos deve ser passado para a língua local por um tradutor juramentado, e validado na Secretaria de Educação do estado de origem do candidato.

Uma dica importante é checar com sua escola no Brasil, antes de ir, quais disciplinas você deve cursar no exterior para que seu histórico seja validado na volta com mais facilidade.

Geralmente são exigidas as cinco matérias básicas do MEC (ciências exatas, ciências físicas e biológicas, idioma, ciências sociais e educação física).

Nesta modalidade, normalmente os estudantes ficam em casas de famílias voluntarias previamente selecionadas pela organização responsável pelo intercâmbio. Por conta disso, meses antes do embarque, o futuro intercambista preenche diversos documentos onde conta sobre si, sua família, seus hábitos e outras informações para mandar para as futuras famílias hospedeiras. Algumas semanas antes do embarque, os estudantes recebem as informações e os contatos da família hospedeira no Exterior.

A partir daí, é possível fazer contato, ir conhecendo mais do ambiente que vai recebê-lo e, assim, diminuir a ansiedade. O apoio da família aqui e lá vai ser fundamental para que o estudante tenha uma boa experiência. Então, é importante estar aberto para conversar, participar e sempre fazer perguntas para não deixar nenhum mal entendido entrar no meio do relacionamento com a família hospedeira.

Ficou com vontade de cursar o ensino médio no exterior? A SEDA Intercâmbios vai te ajudar.

Por: Vinicius Oliveira
E-mail: vinicius@sedaintercambios.com.br

alimentos típicos da austrália

10 alimentos típicos da Austrália que você precisa experimentar durante o intercâmbio

Posted By : Rubens Moreira/ 253 0

Um dos principais motivos para realizar um Intercâmbio é aperfeiçoar o idioma. Mas o Intercâmbio tem muito mais que, pois além de colocar em prática o idioma escolhido, o aluno irá se deparar com várias questões como: cultura, diversidade, hábitos e obviamente a culinária! E aí vai uma dica: não tenha receio disso!

Uma das experiências do intercâmbio é provar novos temperos, novas comidas e isso inclui pratos muitas vezes exóticos. Então, vamos falar um pouco dos prazeres e desprazeres de se alimentar no país do Kangaroo e dos alimentos típicos da Austrália que você precisa experimentar durante o intercâmbio.

1. Carne de kangaroo

Falando em kangaroo… Sim, por lá ter muito desses bichinhos fofinhos. Eles usam bastante a carne desses animais como comida típica e é vendido em supermercados e restaurantes. Além disso, você encontrará pizzas de kangaroo e até de crocodilo. E aí, você encararia?

2. Peixe com Fritas

Esse prato com certeza é obrigatório para quem visita a austrália. E o prato mais conhecido e mais vendido em restaurantes, fast food, quiosques e até mesmo em bares você encontrará esse prato (que inclusive é uma combinação perfeita)!!!

3. Torta de carne

Tortas e tortinhas… muito parecidas com a nossa empada de frango aqui no Brasil. É muito comum as tortas de carne na Austrália, apesar deles terem as vegetarianas e de frango as mais comuns são as tortas de carne.

4. Vegemite

Esse sem dúvida entra na categoria de alimentos típicos da Austrália, e você precisa experimentar durante o intercâmbio! Arrisco até a dizer que você só encontrará lá, então vale a pena provar… (apesar de que dificilmente você vai gostar). É um creme que tem um gosto extremamente forte e amargo. Até hoje vi somente os próprios conterrâneos comer o Vegemite.

Se você for para a Austrália, experimente esse prato típico e depois corra aqui para nos dizer o que achou, ok?


LEIA TAMBÉMPor que o intercâmbio na Austrália atrai tanto os brasileiros?

5. Costelinha com molho barbecue

As famosas costelinhas do Outback são realmente australianas. Principalmente banhadas ao molho barbecue. Aliás, na Austrália é super comum usar o barbecue em qualquer tipo de comida: Hot Dog com barbecue, Batata com barbecue, Churrasco com barbecue … Barbecue com barbecue rs

6. Brownie Australiano

O Brownie da Austrália é quase igual ao nosso, mas a maior diferença é que eles colocam macadâmias picadas. Eu nem preciso dizer que fica incrível né? E o melhor é que você encontra em todos os lugares, até mesmo em supermercados por um precinho bem acessível.

7. Pizza Havaiana

Sabemos que pizza é conhecida em diversos países, porém em nenhum País é tão gostosa quanto na Austrália (nem aqui no Brasil). Essa pizza é tão famosa que dificilmente você vê as pessoas comendo outros sabores. Digamos que ela é vendida igual ao frango e catupiry aqui no Brasil. A pizza Havaina é feita com muzzarela, abacaxi e presunto. Hummm…

8. Atum

O Atum é uma comida muito comum na Austrália, inclusive é muito comprada pelos intercambistas, principalmente os enlatados, pois o valor é extremamente baixo. É muito típico e possui vários sabores.

9. Purê australiano

O purê Australiano é muito gostoso. Pois, além da nossa comum receita com batatas amassadas o purê australiano conta também com alho e noz moscada.

10. Tim Tam

Deixei esse para o último da lista, pois sem dúvidas é para fechar com chave de ouro!Com certeza é a melhor comida da Austrália. A mais viciante, apaixonante e possui vários sabores.

alimentos típicos da austrália

O primeiro você não vai ligar tanto. Mas no segundo e terceiro pacote você nunca mais vai parar de comer. Esse chocolate vai ser uma das suas maiores saudades da Austrália.

Por: Patrícia Razuk
E-mail: patricia@sedaintercambios.com.br

Por que o intercâmbio na Austrália atrai tanto os brasileiros?

Posted By : / 236 0

Austrália é o menor continente do mundo, localizado no hemisfério sul e banhado pelos oceanos Índico e Pacífico. Sua natureza é exótica, o clima muito agradável e a cultura diversificada. Mas será que são apenas esses os motivos pelos quais o intercâmbio na Austrália atrai tantos os brasileiros? Confira aqui e descubra!

Aprender inglês precisa ser um processo prazeroso, que traga além de conhecimento para o estudante, experiências inigualáveis que o ajudarão posteriormente a conseguir melhores empregos, se destacar entre os demais e se tornar alguém com a visão de mundo mais abrangente.

A Austrália possui uma geografia única: montanhas cobertas de neve nos Alpes Australianos e na Tasmânia, desertos extensos no centro, e no noroeste do país, bosques tropicais e temperados. Além disso, é possível avistar a maior estrutura composta por seres vivos do mundo, A Grande Barreira de Corais.

Além de fauna e flora riquíssimas, com plantas e animais exclusivos do continente, a cultura do país é pitoresca, resultado da chegada de imigrantes de todos os cantos do planeta e também dos costumes aborígenes e europeus, adquiridos por meio da colonização.

Wineglass Bay, Tasmânia
Wineglass Bay, Tasmânia

Os australianos exaltam os esportes e a vida ao ar livre, frequentando muitos festivais de música e teatro que acontecem em praças e praias. Excelente oportunidade para o intercambista aproveitar os momentos de folga e se misturar aos nativos, sempre alegres e receptivos.

O intercâmbio na Austrália proporciona o contato com educação avançada, cena cultural agitada, segurança pública de alto nível e índice de empregabilidade bom. Esse último aspecto tem sido o que mais tem atraído os brasileiros que escolhem o país para aprender inglês.


LEIA TAMBÉM: Se você está estudando na Austrália, você precisa fazer uma viagem pela Great Ocean Road

Além da Austrália ter uma política de imigração flexível, ela permite aos estudantes que frequentam cursos com mais de 12 semanas de duração trabalharem por 20 horas semanais durante as aulas e 40 horas semanais durante o período de férias. Ou seja, se o curso tem a duração mínima de 4 meses, seja de idiomas ou de alguma especialização, o intercambista pode praticar o idioma em situações profissionais e expandir ainda mais o vocabulário.

Sydney, Austrália
Australia Opera House e Harbour Bridge

Os intercambistas que fazem cursos com duração acima de 12 semanas precisam solicitar o visto de estudante. Para cursos rápidos, o visto é o de turismo, que tem validade de 3 meses.

Por que o intercâmbio na Austrália atrai tantos os brasileiros? Porque a experiência é completa. Entre em contato com a SEDA Intercâmbios e permita que uma agência especializada em proporcionar novas experiências ofereça a vivência de uma nova cultura, aprimorando conhecimentos e realizando sonhos.